Globo nega pedido e diz que Bolsonaro não será entrevistado no JN


O atual presidente e candidato ao Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro (PL), não vai participar da tradicional sabatina da TV Globo, no Jornal Nacional. A ida foi cancelada após o mandatário não aceitar as regras da entrevista, de acordo com a emissora.

Bolsonaro havia solicitado que a sabatina fosse feita no Palácio da Alvorada, sob o argumento de que os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, ambos do PT, tiveram o mesmo direito quando tentaram a reeleição em 2006 e 2010, respectivamente, além de compromissos de campanha assumidos anteriormente. O pedido, no entanto, foi negado pela emissora.

Segundo a TV Globo, depois das eleições de 2014 ficou decicido que todas as entrevistas aconteceriam em seus estúdios, de forma a tratar todos os candidatos em condições de igualdade. A emissora também ressaltou que as mesmas regras não foram contestadas pelo presidente quando convidado para as sabatinas no G1 e na GloboNews.

As entrevistas ocorrerão na semana de 22 de agosto e terão 40 minutos de duração. Bolsonaro seria o primeiro da série de conversas com os presidenciáveis, apresentadas por William Bonner e Renata Vasconcellos. Na sequência, foi sorteado André Janones (Avante) para o dia 23, mas o deputado desistiu da candidatura nessa quinta-feira (4) para apoiar Lula.

Ciro Gomes (PDT) foi sorteado para 24 de agosto; Lula para o dia 25; e Simone Tebet (MDB) para o dia 26.

A transmissão das sabatinas será ao vivo, no Jornal Nacional.

METRÓPOLES

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.