Ministério da Saúde confirma uso da CoronaVac para crianças e adolescentes


O Ministério da Saúde anunciou nesta sexta-feira, 21, a incorporação da CoronaVac no Plano Nacional de Imunização (PNI) contra a Covid-19 na faixa etária de seis a 17 anos. A medida ocorre um dia após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ter autorizado o uso do imunizante neste grupo.
O secretário executivo da pasta, Rodrigo Cruz, explicou que a nova faixa de público vai receber a mesma dose aplicada nos adultos, diferentemente da vacina da Pfizer, que possui tipos específicos para grupo. O intervalo entre a primeira e segunda aplicação continua sendo de 28 dias. As vacinas não devem ser administradas em crianças ou adolescentes imunossuprimidos.

“Outro ponto importante a destacar é que, no caso do novo público, a CoronaVac não deve ser administrada concomitante com outras vacinas. É importante que os pais acompanhem as crianças e adolescentes na vacinação e recebam orientações gerais dos aplicadores sobre todo o processo”, disse Cruz durante coletiva de imprensa.

Segundo o secretário, o Ministério dispõe atualmente de seis milhões de doses da vacina desenvolvida pelo Instituto Butantan. “Esse quantitativo já pode ser usado imediatamente, mas antes de fazer o envio, solicitamos aos Estados que nos informem quantas doses eles têm em estoque para que possamos fazer uma distribuição mais justa e equânime. Pelo levantamento rápido que já fizemos, há algo em torno de 3 milhões de doses nos estoques [dos estados]”, disse.

As secretarias estaduais de Saúde têm até a próxima segunda-feira, 24, para fornecer os dados à pasta federal. “Nós já estabelecemos um teto emergencial. Aqueles estados que tiverem disponibilidade abaixo de 40 mil doses, o Ministério vai mandar um quantitativo suficiente para imunizar 10% da população nessa faixa etária para evitar que a vacinação fique parada”, acrescentou o secretário.
Além da CoronaVac, a imunização do público infantil será reforçada com a chegada de um novo lote de vacinas da Pfizer. A previsão é que o Brasil receba mais 1,8 milhão de doses na próxima segunda-feira, 24, e o mesmo quantitativo no dia 03 de fevereiro. Diferente da vacina do Butantan, o imunizante infantil da farmacêutica Bharat Biotech é indicado para o grupo de 5 a 11 anos.

O POVO

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.