Apreensões de cocaína e crack pela PRF crescem 190% no Ceará em 2021


As apreensões de cocaína e crack realizadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Ceará cresceram 190% em 2021 em relação a 2020. O balanço do ano passado foi divulgado pela corporação na manhã desta segunda-feira (10).

Segundo a PRF, foram apreendidos ano passado 927 quilos de cocaína e 135 quilos de crack. Essa é a maior quantidade registrada na série histórica do órgão, ultrapassando os 999 quilos apreendidos das drogas em 2019. O número coloca o Ceará como o estado do Nordeste com o maior número de apreensão dessas drogas em 2021, somando mais de 1 tonelada.

No mesmo período, os agentes também apreenderam 2.679 unidades de metanfetaminas, além de 238 quilos de maconha, 50 quilos de “skunk”, droga conhecida como supermaconha, devido aos seus efeitos acentuados, e mais de 775 mil carteiras de cigarros contrabandeados.

PRF apreende 211 kg de cocaína em fundo falso de caçamba de caminhão em Acaraú, no Ceará; vídeo
Cocaína avaliada em R$ 5,5 milhões é apreendida dentro de painel de carro no interior do Ceará
Também houve crescimento no número de veículos recuperados, com 251 veículos recuperados pelas equipes no Estado, 14% a mais que em 2020.

Ao todo, o órgão atendeu a mais de 1.080 ocorrências policiais em 2021, que resultaram na prisão de 865 pessoas por diversos crimes. A estimativa da polícia é que as apreensões de drogas ilícitas e de cigarros contrabandeados representem mais de R$ 172 milhões em impactos financeiros negativos para o crime.

Destas apreensões, mais de 98% foram orientadas por recursos de inteligência, que incluem soluções tecnológicas, equipes altamente capacitadas e integração de informações com outros órgãos policiais, que reduzem os gastos públicos e o retrabalho das equipes de fiscalização, conforme a Polícia Rodoviária.

Autuações no trânsito
Em 2021, as equipes da PRF abordaram 123% mais veículos que em 2020, resultando em 51.356 autos de infração por desrespeito ao código de trânsito.

Dentre as condutas mais perigosas fiscalizadas, o destaque fica para a falta do uso do cinto de segurança (1.785 autuações), falta do uso do capacete nas motocicletas (4.158 autuações), uso do celular ao volante (354 autuações) e ultrapassagens proibidas (10.978 autuações).

Embriaguez ao volante
Durante o ano, foram realizados pela PRF 14.755 testes do bafômetro, que resultaram em 532 autuações por direção sob a influência de álcool.

Desses motoristas, 98 foram presos pelo crime de embriaguez ao volante que é constatado quando o teste do bafômetro tem resultado superior a 0,33 mg/l.

Acidentes
No ano de 2021, foram registrados 1.566 acidentes nas rodovias federais do Ceará, quatro a menos que em 2020.

Desses acidentes, 1.679 pessoas ficaram feridas, 4,4% a menos que no ano anterior. O número de mortos, no entanto, aumentou em 7,3%: em 2021 foram 190 vítimas fatais da imprudência no trânsito, enquanto em 2020 foram 177.

G1/CE

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.