Randolfe diz que Queiroga "inevitavelmente" será indiciado


O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 , afirmou que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga , será “inevitavelmente indiciado”.

“Eu não gostaria de ter o ministro Queiroga , ao final do relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito, indiciado. Não é de bom tom nós termos indiciado o ex-ministro Eduardo Pazuello e ter o atual ministro também indiciado”, disse o senador ao Jornal das Dez, da Globo News, na noite de ontem (12).

Randolfe lembrou da declaração de Querioga sobre o uso de máscaras e de tratamento precoce contra a Covid-19 .

“Inevitavelmente, como nós podemos proceder se o ministro não responde claramente sobre a vacinação dos brasileiros, se o ministro se rende ao negacionismo em relação ao tratamento precoce, se o ministro faz declaração pública como fez na semana passada relativizando o uso de máscaras? Inevitavelmente, ao final do relatório, ele virá a ser indiciado”, disse Randolfe.

Relatório alternativo vai pedir indiciamento de Bolsonaro e Pazuello

Decidido a entregar um relatório alternativo na conclusão dos trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) pretende pedir o indiciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) , do ex-ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, e do hoje ministro da Defesa, general Walter Braga Netto.

ÚLTIMO SEGUNDO / IG

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.