Guarany de Sobral denuncia aliciamento de empresários a atletas

De acordo com a denúncia, o atacante Wesley e o volante Sávio foram aliciados por empresários

O Departamento jurídico do Guarany de Sobral enviou a Confederação Brasileira de futebol (CBF), nesta quarta-feira (13), denuncia de suposto aliciamento de jovens atletas por empresas de assessoria esportiva e seus representantes. Uma das empresas trata-se da MRC31, Assessoria Esportiva Eireli, representada pelo agente Márcio Cruz, também empresário do jogador Everton Cebolinha.

O clube sobralense formalizou a denúncia ao enviar os documentos ao Departamento de Registro e Transferência da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Além da empresa do empresário Márcio Cruz, outro denunciado pelas infrações aos regulamentos da CBF foi o também intermediário, Saulo de Britto da empresa S. de Britto Futebol ME.

Nos dois casos, de acordo com o denunciante, os jovens aliciados mantinham vínculos não profissionais com o Guarany Sporting Club, conforme se prova por instrumento contratual. Segundo os documentos, os dois garotos que estavam nas categorias de base do clube foram cooptados por meio de promessas e, em um dos casos, houve até pressão psicológica.

O documento detalha que apesar de possuir contrato não profissional com Guarany, um dos jovens que despontou atuando pelo Campeonato Cearense sub-20 deste ano, se recusou a assinar contrato profissional sobre pressão de Márcio Cruz, que também teria interferido na possibilidade de ser contratado pelo Ceará Sporting Club, uma vez que o Alvinegro mostrou interesse no jogador, e chegou a iniciar negociação com o representante do clube formador.

O Guarany Sporting Club solicita que sejam aplicadas as sanções de acordo com o regulamento da CBF, além da cassação do contrato de intermediação de um dos intermediários CBF, neste caso, a nulidade da empresa S. de Britto Futebol ME, por violar artigos que proíbem espécies de contratos com atletas menores de 18 anos e não profissionais.

Os dois atletas são oriundos das avaliações técnicas promovidas pelo Guarany de Sobral entre os meses de abril e maio deste ano, quando mais de 1500 jovens se inscreveram e participaram do processo seletivo que faz parte da reconstrução das categorias de base do clube sobralense, em parceria com a gestão municipal.

RONDINELLY MOTA

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.