Litro da gasolina chega a R$ 6,19 no Ceará; diesel alcança R$ 5,04

Valor dos combustíveis continua em disparada no Ceará. Gasolina e diesel preocupam motoristas. Gás de cozinha é o que acumula maior alta nas últimas quatro semanas. | Foto: Bárbara Moira


A nova pesquisa de levantamento de preços realizada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP) revela que todos os combustíveis apresentaram alta na semana passada. Destaque para o aumento da gasolina, que custa em média R$ 5,82, mas pode ser encontrada por até 6,19 no Ceará.

Em quatro semanas, litro da gasolina subiu 1,42% e passou de média de R$ 5,74 para R$ 5,82. No caso da gasolina comum, o Ceará tem o sexto combustível mais caro. Novamente, o pior resultado é do Piauí, com o litro da gasolina custando em média R$ 6,273.

Alvo de protesto de caminhoneiros autônomos, que bloquearam a estrada que dá acesso ao Complexo do Pecém, o preço do diesel continua em alta. Na semana encerrada no dia 17, o preço do combustível custava média de R$ 4,778, mas poderia ser encontrado por até R$ 5,04 no Estado. Quanto ao diesel, temos o quinto mais caro da Região.

No caso do gás liquefeito de petróleo (GLP), o gás de cozinha, ele custou no fim da semana, em média, R$ 97,52, mas pode ser encontrado por até R$ 110. O preços do GLP do Ceará só tem média menor do que o Piauí (R$ 99,22) no Nordeste.

Com altas menores do que os demais combustíveis, o etanol pode ser encontrado no Ceará custando média de R$ 5,19, com máxima de R$ 5,59. No entanto, o combustível comercializado no Estado é o mais caro da Região.

Evolução

Nas últimas quatro semanas, o valor de todos os combustíveis analisados pela ANP sofreram altas. O diesel, por exemplo, sofreu alta de preços na casa dos 2,46%, saindo do patamar de R$ 4,66 para R$ 4,77. No mesmo período, o valor do etanol subiu 0,6%, saindo de R$ 5,16 para R$ 5,19.

A alta mais notável foi do preço do gás de cozinha, que teve reajuste de 4,4%, saltando de R$ 93,37 para R$ 97,52, na média.

O POVO ONLINE

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.