Após falta de oxigênio, Santana do Acaraú adota toque de recolher e proíbe venda de bebida alcoólica

Após falta de oxigênio, cidade do CE adota toque de recolher e proíbe venda de bebida alcoólica — Foto: TV Globo/Reprodução

A Prefeitura da cidade de Santana do Acaraú, no interior do Ceará, adotou toque de recolher e proibiu a venda bebida alcoólica a partir desta quinta-feira (1º) até domingo (4), período da Semana Santa. A medida visa conter a disseminação dos casos de Covid-19 na cidade, que enfrenta falta de oxigênio no hospital que atende pacientes com a doença.

Há cerca de 10 dias a cidade foi socorrida pelo município de Granja, que doou cilindros para o tratamento dos pacientes com Covid-19.

Conforme o secretário municipal de Saúde, o médico Albert Claudino, o município "está passando por um caos emergencial de contaminação do coronavírus" e há preocupação com o consumo de oxigênio, pois todos os leitos do hospital estão lotados.

Claudino chegou a fazer um pronunciamento na rede social da prefeitura para comunicar a população sobre a situação.

"Vamos ser solidários a situação que estamos passando. O nosso município está passando por um caos emergencial de contaminação do coronavírus. Para isso eu conto com ajuda de vocês, para que juntos a gente consiga combater a nossa proliferação do vírus. A nossa preocupação é o nosso consumo de oxigênio. Em média, estamos com 18 balas de oxigênio por dia", disse o secretário.

Decreto

Conforme o decreto de isolamento social rígido assinado pelo gestor do municipal nesta quinta-feira (31), está proibida a circulação de pessoas em ruas e espaços públicos do município no horário das 20h às 5h. No fim de semana, o toque de recolher ocorre das 19h às 5h.

Só são permitidos deslocamentos durante o toque de recolher em casos de extrema necessidade como atendimento médico, assistência veterinária, deslocamento para o trabalho em atividades essenciais, circulação para a entrega de bens a pessoas do grupo de risco, deslocamento a estabelecimento que prestam serviços essenciais, entre outros.

No período da restrição só poderão funcionar os serviços públicos essenciais; postos de combustíveis, sendo vedado o funcionamento das lojas de conveniência; hospitais e demais unidades de saúde e de serviços odontológicos de emergência; laboratórios de análises clínicas, para serviços de coletas de exames relacionados a Covid, sendo vedado qualquer procedimento clínico.

Restaurantes e lanchonetes, assim como supermercados e farmácias, só poderão funcionar por delivery.

As funerárias também estão autorizadas a funcionar. Porém, a realização de velório para pessoas não suspeitas de Covid-19 está limitada ao número total de 10 pessoas, com duração máxima de duas horas.

Estabelecimentos bancários, casas lotéricas, correspondentes bancários e serviços que não inclusos no rol de atividades essenciais devem ficam fechados na cidade durante o período de isolamento.

Feriado cancelado

A prefeitura decretou ponto facultativo para os servidores dos órgãos municipais nesta quinta-feira (1º), exceto para a Secretaria da Saúde.

Já o feriado da sexta-feira (2) foi cancelado para os funcionários das unidades básicas de saúde, da Vigilância Sanitária, do Hospital Municipal Dr. José Arcanjo Neto, do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) e da Central de Abastecimento Farmacêutico (CAF).

G1/CE

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.