Ceará monitora 107 pacientes com suspeita de infecção pela nova variante do coronavírus


O Ceará monitora 107 pacientes, sendo 57 homens e 50 mulheres, com suspeita de infecção pela nova variante do coronavírus, identificada primeiro em Manaus. A informação é da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). Destes, apenas um paciente veio transferido em acordo com o estado.

Até o momento há confirmação de três casos que pertencem à nova cepa do vírus. A Vigilância Epidemiológica é notificada dos casos suspeitos nas unidades de saúde do Estado. Dos 107 pacientes, 71 deles (66,36%) são viajantes e 36 (33,34%) contactantes.

Os três primeiros pacientes do Ceará foram confirmados com a nova cepa do coronavírus em 8 de fevereiro. A Sesa explicou que o resultado foi obtido por meio de análises realizadas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) no Ceará e no Amazonas.

Novo decreto no Ceará
Medidas mais rígidas contra aglomerações no Ceará já estão em vigor. Conforme decreto anunciado na quarta-feira (17) pelo governador Camilo Santana, haverá toque de recolher em todo o estado entre 22h e 5h. Nesse intervalo, as pessoas só vão poder sair de casa por motivos essenciais, como busca por serviços de saúde.

Veja o que muda com o novo decreto, a partir desta quinta-feira (18) e pelos próximos 10 dias:

Toque de recolher
As pessoas não vão poder permanecer nas ruas entre 22h e 5h, a menos que justifiquem que trabalham em serviços de saúde ou por uma necessidade essencial, como deslocamento para uma unidade de saúde.

Aulas presenciais
Voltam a ser suspensas as aulas em escolas a partir de sexta-feira (19). Nesta quinta, apesar de o decreto já estar em vigor, unidades de educação ainda podem ter aulas presenciais. As escolas deverão ofertar aulas remotas.

Uso de espaços públicos
Praças, praias, calçadões, areninhas (campos de futebol) e outros espaços públicos só poderão ser utilizados até 17h.

Horário do comércio
O comércio continua com horário reduzido, mas com alterações:
De segunda a sexta, os estabelecimentos podem funcionar até 20h;
Sábados e domingos, as lojas, inclusive em shoppings, podem funcionar até 17h; restaurantes podem funcionar até 15h.

Serviços públicos
Todas as atividades vão ser exercidas de forma remota, exceto as essenciais voltadas para saúde, como o trabalho em hospitais postos e UPAs.

O novo decreto também mantém outras medidas restritivas no Ceará:

Festas e eventos
Estão proibidos eventos de qualquer tipo, em locais abertos ou fechados, até, pelo menos, 28 de fevereiro.

Barreiras sanitárias
Fortaleza mantém barreiras nas entradas e saídas da cidade. Apenas pessoas que justifiquem o motivo da viagem podem se deslocar. As justificativas podem ser moradia ou trabalho em outra cidade e busca por serviço de saúde em outro município.

Igrejas e templos religiosos
Podem funcionar até 20h. Os locais devem ter controle para evitar aglomerações e manter o distanciamento entre elas.

Bancos
Seguem as atividades de forma normal.

Táxi e motoristas de aplicativo
Podem circular à noite, mesmo após 22h, para atender casos essenciais.

Atividades educativas com necessidade de presença física
As instituições de educação devem justificar a necessidade de manter aulas presenciais, como as atividades laboratoriais.

Defensoria Pública
Atendimento será on-line. Pessoas interessadas devem buscar os serviços no site da Defensoria ou pelo WhatsApp, no número (85) 98982-5576.

G1/CE

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.