Deltan Dallagnol deixa o cargo por problema familiar


O procurador Deltan Dallagnol, coordenador da operação Lava Jato, anunciou nesta terça-feira que deixará o cargo por problemas de saúde de sua filha em um momento em que a maior investigação contra a corrupção do Brasil está ameaçada.

"Sim, é verdade que estou de saída da coordenação da Lava Jato. É uma decisão difícil, mas o certo a fazer por minha família. Continuarei a lutar contra a corrupção como procurador e como cidadão. A Lava Jato tem muito a fazer e precisa do seu e meu apoio.

Em uma mensagem de vídeo, Dallagnol explicou que sua filha, de 1 ano e dez meses, apresenta há semanas sinais de regressão em seu desenvolvimento e que seu tratamento "vai exigir uma dedicação muito intensa".

"Isso não pode esperar", afirmou o procurador.

Dallagnol será substituído pelo procurador Alessandro Oliveira, colaborador há anos da Lava Jato.

O anúncio é feito em um momento em que a operação, que desde 2014 trouxe dezenas de empresários e políticos envolvidos em uma rede de suborno para obter contratos na Petrobras, passa por uma indefinição.

O procurador-geral Augusto Aras tem até o dia 10 de setembro para decidir se estende por mais um ano os trabalhos do "grupo de trabalho" de Curitiba, a pedido do Ministério Público.

AFP

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.