Aulas do segundo semestre letivo da UFC começam em 23 de novembro


O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) da Universidade Federal do Ceará aprovou, na última sexta-feira (28), o planejamento para o início das atividades acadêmicas do período de 2020.2. Devido ao atraso causado pela pandemia, o semestre letivo começará em 23 de novembro e terminará em 10 de abril de 2021.

Os alunos terão um recesso escolar de 23 de dezembro a 6 de janeiro de 2021.

O contexto de contaminação da Covid-19 ainda não permite definir se as aulas serão presenciais, híbridas ou remotas, o que depende das orientações das autoridades governamentais e sanitárias. No momento, os alunos da universidade estão cursando o semestre 2020.1, marcado para terminar no dia 22 de outubro.

A Pró-Reitoria de Graduação (Prograd) ficou responsável pelo ajuste do calendário, conforme previsto no Plano Pedagógico de Emergência (PPE). Segundo a Prograd, a proposta foi construída com base em sugestões apresentadas pela comunidade acadêmica. Um dos desafios foi estabelecer novos prazos para as atividades e, ao mesmo tempo, assegurar a alunos e professores os períodos de férias legalmente previstos.

A pró-reitora de Graduação, professora Ana Paula Medeiros, diz que os cursos que demandam atenção especial para determinados itens curriculares terão os casos analisados pela Prograd e a respectiva unidade acadêmica.

O calendário completo será divulgado em breve no site da UFC.

Confira as principais datas para os cursos de graduação e pós-graduação:

  • 22/10 ‒ término do período letivo 2020.1;
  • 23/11 ‒ início do período letivo 2020.2;
  • 23/12 a 6/1/2021 ‒ recesso escolar;
  • 7/1/2021 ‒ retomada do período letivo 2020.2;
  • 10/4/2021 ‒ término do período letivo 2020.2.

Educação básica

As creches e pré-escolas particulares da rede privada de ensino e as unidades de ensino superior voltaram a abrir nesta terça-feira (1º), após quase cinco meses, em Fortaleza e na Região Metropolitana, região do Ceará onde os novos casos de Covid-19 crescem com menor velocidade. As escolas que abriram nesta manhã disponibilizaram álcool em gel e reservaram espaços para atividades obedecendo ao distanciamento social.

A rede pública ainda não tem data certa para o retorno no Ceará. Apenas cinco estados têm previsão para retomar as aulas presenciais na rede estadual, segundo apontou levantamento do G1 com dados das secretarias de educação. São eles: Pará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. O Amazonas foi o único estado a ter voltado com as aulas nas escolas, em 10 de agosto.

G1/CE

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.