André Costa deixa Secretaria da Segurança do Ceará

André Costa deixa cargo de secretário da Segurança do Ceará, diz Camilo — Foto: Rodrigo Gadelha/SVM

O governador do Ceará, Camilo Santana, anunciou nesta quinta-feira (3) que o secretário da Segurança, André Costa, deixa o cargo no governo.

"Comunico aos cearenses mudança no comando da nossa Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social. O secretário André Costa deixa o cargo após três anos e oito meses, a pedido", afirmou Camilo Santana, em rede social. "Agradeço ao delegado André Costa pelo grande trabalho realizado até aqui", completou.

André Costa também se manifestou por redes sociais, afirmando que está deixando o cargo por questões familiares. Agradeceu também ao povo cearense e ao governador Camilo Santana.

"Despedidas nunca são fáceis. Agradeço a todos os profissionais da segurança pública que estiveram comigo durante esses 3 anos e 8 meses. Superamos desafios e enfrentamos muitos obstáculos. Gostaria também de agradecer a todo povo cearense pelo apoio e carinho. Vocês sempre me preencheram de força para vencer qualquer inimigo", diz.

"Agradeço a minha família por todo esse tempo ser âncora para meus pés e sustento em dias difíceis. Deus, obrigado por me sustentar e guiar meus passos. Estou saindo a pedido por questões familiares. Agradeço ao governador Camilo Santana pela oportunidade, confiança, liderança e amizade. Desejo sorte e muito sucesso ao colega Delegado Sandro Caron. Que a segurança pública do Estado do Ceará siga avançando. Forte Abraço a todos e todas", finaliza André Costa.

Ex-superintendente da Polícia Federal no Rio Grande do Sul, delegado Sandro Caron vai assumir Secretaria da Segurança do Ceará — Foto: Rafaella Fraga/G1

Ainda conforme o governador Camilo Santana, o cargo será ocupado por outro policial federal, Sandro Caron, que já foi superintendente da PF no Ceará e no Rio Grande do Sul. Sandro Caron já comandou a Divisão Nacional de Inteligência Policial (DIP) e foi funcionário diplomático da Polícia Federal na Embaixada do Brasil, em Lisboa.

O novo secretário assume o cargo na próxima semana, segundo comunicado de Camilo Santana, "para nos ajudar no combate à criminalidade no Ceará".

André Costa assumiu a pasta em 2017 com a promessa de reduzir a criminalidade no Ceará. Em uma das primeiras entrevistas do secretário, ele afirmou uma frase polêmica de que, na sua gestão, 'bandido terá justiça ou cemitério'.

No mesmo ano, houve 5.134 homicídios, um recorde de violência no estado. No ano seguinte, em 2018, o Ceará reduziu em 50% o número de assassinatos, a maior redução entre todos os estados brasileiros.

G1/CE

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.