"Ele chegou em casa chorando", diz esposa de ambulante humilhado por policial militar no Ceará


Morador da comunidade Floresta, em Fortaleza, João Vitor foi humilhado por um sargento da Polícia Militar do Ceará, quando estava tentando vender frutas e verduras no bairro Presidente Kennedy. A situação foi filmada por testemunhas e viralizou na tarde desta quinta-feira, 27, nas redes sociais.

Nas imagens, o policial joga no chão o carrinho de João Vitor, que depois tenta juntar as frutas e verduras. Dois policiais foram afastados após repercussão do caso.

A esposa do ambulante, Iza Maria, conta que o marido chegou em casa ferido e bastante triste com humilhação sofrida. "Ele chegou chorando, dizendo que tinha sido oprimido e humilhado por um policial. O vídeo já estava nas redes sociais, foi quando ele me mostrou. Eu também chorei. Ele tá com a perna ferida por conta do chute no carrinho", diz.

Iza conta que o dinheiro que seria apurado nesta quinta-feira, 27, era para o supermercado da família. "Ele vende frutas e verduras. O dinheiro que ia apurar hoje seria fazer as compras, porque não temos mais arroz e nem macarrão em casa. Um dos policiais que ficam na cabine de segurança aqui do bairro é cliente dele. Ele não me disse o por quê tanta violência. Vários clientes dele estavam no local e filmaram a situação", comenta.

Doações 

A família do ambulante João Vitor está aceitando qualquer tipo de doação, inclusive dinheiro para ajudar no pagamento do aluguel de R$ 350. Para realizar as doações, entrar em contato com o número (85) 9.92368588.

WALBER FREITAS / O POVO ONLINE

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.