Ação do Banco Central contra maus-tratos aos animais pode fazer vira-lata caramelo estampar cédula de R$ 200

Quem achou que não havia mais esperança de ver o cachorro vira-lata Caramelo na nova nota de R$ 200 já pode voltar a se animar. O Banco Central (BC) brasileiro, responsável pela produção das notas, informou que começou a estudar a possibilidade de colocar o animal que viralizou na internet, como o tema da nova cédula. 

A diretora de administração do Banco Central, Carolina de Assis Barros, afirmou que a instituição estuda uma ação relacionada ao animal de forma que envolva o combate aos maus-tratos. A declaração foi dada ao portal UOL nesta quinta-feira (6), e confirmada pela assessoria do BC ao EXTRA. A proposta inicial da instituição foi de colocar o logo-guará, um animal típico do cerrado e ameaçado de extinção.

Tendo ultrapassado a marca de 50 mil assinaturas em uma semana, a petição virtual parece estar surtindo efeito. Até um deputado federal já saiu em defesa de caramelo durante reunião com o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, no último dia 30 de julho.

Para do deputado Fred Costa (Patriota-MG), "(O vira-lata) é algo que simboliza bem nosso país. Não há quem não conheça o cachorro vira-lata ", disse. "Eu também reconheci a importância do lobo-guará (para estar na nota de R$200), por estar em extinção e ser um símbolo da nossa fauna", completou o parlamentar.

Embora não possa alterar o tema da cédula nova, o congressista informou que a instituição topou promover ações de estímulo à adoção e de combate aos maus-tratos aos animais.

Viralizou

Após o anúncio do Banco Central (BC), no último dia 29, de que o Brasil terá, a partir de agosto, uma nota de R$ 200, vários memes tomaram conta das redes sociais. O cão vira-lata Caramelo foi o favorito dos internautas para ocupar a cédula de mais alto valor.

JORNAL DO COMMERCIO

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.