Lava Jato faz operação por suspeita de caixa 2 de José Serra em 2014


A PF (Polícia Federal) cumpre hoje (21) mandados em investigação que apura suposto esquema de caixa 2 na campanha de José Serra (PSDB) ao Senado em 2014. São cumpridos 4 mandados de prisão temporária e 15 de busca e apreensão em São Paulo, Brasília, Itatiba e Itu. As informações são do G1.

A operação, feita em conjunto com o MPE (Ministério Público Eleitoral), é uma nova fase da Lava Jato e apura crimes eleitorais. Serra teria recebido R$ 5 milhões em doações que não foram declaradas. As ações ocorreram no ano de 2014, quando Serra ainda não era senador e, por isso, não tinha foro privilegiado. Segundo o G1, 1 dos mandados de prisão é contra o empresário José Seripieri Júnior, fundador e ex-presidente da Qualicorp.

As investigações começaram em maio de 2020, com denúncia contra Paulo Skaf. Depois, outras 2 operações foram deflagradas, contra o deputado federal Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força (Solidariedade), e contra o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB).

PODER 360

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.