Planejamento de retomada do Guarany de Sobral inclui jogadores da base e reforços


Os treinos presenciais para os oito clubes que disputam a 2ª fase do Campeonato Cearense estão liberados pelo Governo do Estado desde a última segunda-feira (1º), mas apenas Ceará e Fortaleza começaram a trabalhar na data, já que estão inseridos em uma realidade distinta dos demais.

Excetuando o Ferroviário, que tem um elenco montado, treinou virtualmente durante a pandemia sem interrupções e retorna aos treinos no dia 15 de junho, os demais, Guarany de Sobral, Atlético, Pacajus, Caucaia e Barbalha aguardam reunião com a Federação Cearense de Futebol (FCF), que será amanhã (4), para definirem seus planejamentos.

O Ferrão já divulgou seu planejamento de treinos, como destaca o presidente Newton Filho. "Nosso departamento médico concluiu protocolo de segurança e definimos nosso retorno para o dia 15 (de junho), sendo 35 dias antes da data para jogos autorizada pelo Governo em decreto".

Mas para os outros clubes, além de aguardar um protocolo unificado de saúde da FCF para treinos, ainda precisarão reformular seus elencos para reiniciar os trabalhos. Por isso, não há pressa para voltar, já que os jogos de futebol só devem ser liberados pelo Governo a partir de 20 de julho (daqui a 48 dias), segundo o plano de retomada gradual da economia.

Realidade

Para todos, iniciar os treinos perto da data é o mais viável. Para Guarany, Barbalha, Caucaia e Atlético restam dois jogos. Ao Pacajus, apenas um. Para efeito de classificação, apenas Guarasol e Atlético têm chances, com os três demais pensando em vaga na Série D.

O presidente do Caucaia, Roberto Góes, informou que o clube treinará apenas 10 dias antes de entrar em campo. "Vamos treinar só para estes dois jogos, voltando no dia 10 de julho. A Federação vai nos dar os testes (para Covid) e usaremos com o elenco. Só temos quatro jogadores, mas estamos apalavrados com muitos deles".

Maria Vieira, presidente do Atlético, irá adequar o protocolo da FCF ao do clube. "Teremos muito cuidado nessa transição com os funcionários, e em apropriar o ambiente para receber os atletas. Será um outro time, de número reduzido, já que os atletas que tínhamos moram fora, não queremos expor ninguém em translado".

Mesmo com apenas um jogo no calendário, o Pacajus espera vencer e jogar uma Série D. "Temos apenas um jogo, muito importante, na última rodada e em cima da data que definirem vamos nos planejar", declarou seu presidente, Cristiano Cortez.

O presidente do Guarany Mauro Fuzaro definirá o planejamento com o técnico Washington Luiz assim que tiver o protocolo. "Conversamos com o técnico para buscar jogadores da base, da cidade e reforços", disse.

O Barbalha também montará um novo elenco. "Devemos treinar em Fortaleza e contratar jogadores de lá", disse o presidente interino Roberto Macêdo.

FCF

O presidente da FCF, Mauro Carmélio, explicou o que será definida na reunião. "A FCF cederá os testes assim que os times nos informarem a data que querem retornar aos treinos. Mas o retorno de cada clube é um critério deles e cada um vive uma realidade. Na quinta-feira (4), vamos apresentar o protocolo de saúde para eles seguirem".

VLADIMIR MARQUES / DIÁRIO DO NORDESTE

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.