Justiça estabelece fiança de US$ 1,25 milhão para ex-policial que asfixiou Floyd

O ex-policial Derek Chauvin, acusado de assassinar George Floyd

A Justiça dos Estados Unidos estabeleceu, ontem (8), fiança de US$ 1,25 milhão para que o ex-policial Derek Chauvin, 44 anos, aguarde pelo julgamento fora da prisão sem precisar cumprir restrições especiais.

Em audiência on-line, o ex-oficial não se pronunciou sobre as acusações de assassinato em 2º grau, assassinato em 3º grau e homicídio doloso. Chauvin, branco, é acusado de matar o segurança George Floyd, negro, por asfixia, em 25 de maio.

A juíza Jeannice Reding aceitou o pedido dos promotores para que a fiança de Chauvin fosse fixada em US$ 1 milhão, com condições que incluem comparecimento ao tribunal sempre que convocado e renúncia à posse de armas de fogo. Chauvin também ficaria proibido de deixar o Estado de Minnesota sem autorização; não poderia mais trabalhar como segurança; e seria obrigado a evitar qualquer contato com a família de Floyd.

A defesa de Chauvin não se opôs às condições da fiança, mas ainda não está claro se o acusado pretende aceitar o acordo. A próxima audiência está marcada para 29 de junho.

A fiança de Chauvin é maior que a dos 3 ex-colegas, que responderão como cúmplices na morte de Floyd: os ex-policiais terão de pagar US$ 1 milhão para deixar a prisão sem serem submetidos a condições especiais. Caso concordem em seguir exigências, como as impostas a Chauvin, precisarão desembolsar US$ 750 mil.

Alexander Kueng (à esq.), 26; Thomas Lane (ao centro), 37; e Tou Thao (à dir.), 34, podem pegar até 50 anos de cadeia, se condenadosReprodução/Polícia de MinneapolisAdicionar legenda

CONTEXTO
Em 25 de maio, Chauvin usou o joelho para pressionar contra o chão o pescoço de Floyd. Lane e Keung imobilizaram as pernas do segurança, enquanto Thao discutia com os espectadores, que pediam para que eles soltassem Floyd.

Os 4 policiais foram demitidos em 26 de maio, dia seguinte à morte de Floyd. Chauvin trabalhou no Departamento de Polícia de Minneapolis por 19 anos.

PODER 360

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.