Guarany de Sobral paga salários de março e inicia cálculo de rescisão dos atletas

Siloé era um dos principais jogadores do Guarany (Foto: Reprodução/Guarany de Sobral)

Primeiro clube do Brasil a anunciar o desligamento dos jogadores por conta da pandemia do novo coronavírus, o Guarany de Sobral ficou em dia com seus atletas nesta terça-feira, 5. A equipe pagou o salário proporcional ao trabalho realizado no mês de março (23 dias) e o próximo passo é a rescisão com os profissionais do clube.

Em conversa com o Esportes O POVO, o diretor administrativo e de futebol do Guarany, Thiago Dias, explicou que o Cacique do Vale atrasou 25 dias os salários dos jogadores referente ao mês de março, que foi quando a agremiação anunciou o desligamento dos atletas. O clube, porém, só pagou os vencimentos até o dia do comunicado.

Agora, a diretoria rubro-negra faz os cálculos do que tem que ser pago referente à CLT dos atletas, visto que o clube vai rescindir com todos os jogadores e membros da comissão técnica, com exceção do treinador Washington Luiz e do técnico da base Jorge Veras. Um acordo para a manutenção dos contratos com redução salarial foi tentado, mas sem sucesso.

Thiago Dias garante que o Guarany vai pagar o valor que os jogadores têm direito de receber. "Foco era colocar o salário em dia, agora vamos ver a questão da rescisão. Queremos fazer tudo o que tem de direito do clube e dos jogadores. Nosso trabalho foi bem feito dentro e fora de campo, não tem porque errar agora", explica o dirigente.

PREFERÊNCIA PELOS JOGADORES QUANDO FUTEBOL VOLTAR

O Guarany de Sobral, assim como alguns clubes pelo Brasil, vai rescindir com seus atletas pelo motivo de não ter como honrar seus compromissos sem receita mensal. A equipe prevê que é possível não ter futebol pelos próximos seis meses. Contudo, quando o futebol voltar, o Cacique do Vale deve dar prioridade aos jogadores que estão no elenco atual.

"Quando voltar, vamos atrás dos jogadores que estão conosco hoje. É a nossa preferência. Não estamos fechando as portas (para eles). O objetivo era ficar em dia, resolver essa questão, para quando o futebol voltar, a gente ir atrás dos mesmos atletas. Quando resolvermos a situação da CLT deles, vamos tentar ficar apalavrados para quando o futebol voltar", revela Thiago Dias.

GERSON BARBOSA / O POVO ONLINE

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.