Saiba quais grupos são contemplados com os testes rápidos para Covid-19 no Ceará

Governo Federal tenta firmar parcerias com a iniciativa privada para financiamento de parte das compras dos kits para teste do coronavírus (Foto: Marijan Murat / AFP)

A partir da próxima segunda-feira, 6, 18 mil testes rápidos distribuídos pelo Ministério da Saúde para o Governo do Estado começam a ser utilizados para diagnosticar o novo coronavírus no Ceará, segundo anunciou o governador Camilo Santana (PT) nesta quinta-feira, 2. Os kits de testagem, porém, não contemplam todas as pessoas com sintomas suspeitos da Covid-19.

De acordo com o secretário da Saúde do Ceará, Dr. Cabeto, é preciso pontuar que estes testes, que dão o resultado em até 20 minutos, são destinados a profissionais de saúde, segurança e pacientes internados suspeitos de coronavírus com sintomas graves por mais de sete dias.

"São testes para que a gente possa excluir rapidamente a suspeita para não desfalcar profissionais de seus trabalhos e também e também para pacientes em estado grave. O teste não deve e nem pode ser utilizado de forma geral", explica Dr. Cabeto.

No entanto, o secretário não descartou a possibilidade de um cenário futuro a abrangência do teste seja aumentada para conseguir detectar mais zonas de infecção. Informações foram repassadas por Cabeto em coletiva de imprensa por videoconferência na noite desta quinta-feira, 2.

Outros 350 mil kits de teste rápido ainda devem chegar ao Ceará, além dos 18 mil que já chegaram e estão sendo homologados. A remessa maior foi comprada na China pelo Governo do Estado, assim como os lotes vindos do Governo Federal. Junto com os 350 mil testes, devem chegar, também, 700 respiradores. O titular da Sesa afirmou que os produtos devem chegar até o dia 10 de abril ou "meados de abril".

No Ceará, 563 casos e 21 óbitos foram confirmados segundo boletim epidemiológico da Sesa, divulgado nesta quinta-feira, 2.

MATHEUS FACUNDO / O POVO ONLINE

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.