Israel testa protótipo de vacina para coronavírus em roedores


Israel começou a testar um protótipo de vacina para Covid-19 em roedores em seu laboratório bioquímico de defesa, disse uma fonte nesta terça-feira.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, ordenou que o Instituto de Pesquisa Biológica de Israel (IIBR), localizado na cidade rural de Ness Ziona, se unisse à luta contra a pandemia de coronavírus no dia 1º de fevereiro, amenizando a política de sigilo da instalação agora que coopera com cientistas civis e empresas particulares.

Em um comunicado, o gabinete de Netanyahu disse que o diretor do IIBR, Shmuel Shapira, o informou sobre um “progresso significativo” no desenvolvimento de um protótipo de vacina e que o instituto “está preparando agora um modelo para começar um teste com animais”.

Uma fonte a par das atividades do IIBR disse à Reuters que os testes com roedores já estão em andamento, mas não quis identificar o tipo de roedor.

Muitos presumem que o IIBR trabalha em projetos de armas biológicas e químicas, o que Israel nem confirma, nem nega.

Em comentários públicos raros, a principal autoridade de inovação do IIBR, Eran Zahavy, disse na semana passada que o instituto redirecionou toda a sua atenção para o novo coronavírus, e que três grupos tentam desenvolver uma vacina contra a Covid-19, a doença que ele causa, enquanto outros pesquisam possíveis tratamentos.

“Estamos tentando colaborar tanto quanto podemos e receber outras ideias de outras pessoas”, disse ele em uma conferência online organizada pela Jerusalem Venture Partners na semana passada.

Israel já registrou 4.473 casos de Covid-19 e 17 mortes. Já tendo endurecido as restrições à circulação, Netanyahu está cogitando impor quarentenas em partes do país.

REUTERS

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.