Idosos representam 71% das mortes por Covid-19 no Ceará

Desde o início da pandemia, 96 pessoas com idade acima de 60 anos morreram no Ceará | Foto: Fabiane de Paula

No Ceará, as mortes em decorrência de complicações respiratórias do novo coronavírus atingem, predominantemente, idosos acima de 60 anos. Desde o início da pandemia, 96 pessoas nessa faixa etária faleceram, sendo 50 homens e 46 mulheres, o que representa 71% do total de mortes.

Os dados constam no IntegraSUS, plataforma atualizada pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), às 17h15 de ontem (16). Segundo o boletim epidemiológico, 135 pacientes já entraram em óbito após serem contaminados pelo Sars-CoV-2.

Com 34 mortes divididas igualmente para cada gênero, a maior prevalência, no entanto, é o de infectados com 80 anos ou mais. O segundo público mais prejudicado pela Covid-19 está entre 75 a 79 anos, que registrou 23 óbitos. Em seguida, com 19, está o de 70 a 74 anos, enquanto o de 60 a 64 soma 12 vítimas. Neste grupo, idosos de 65 a 69 têm o menor número - 8. Os dados da Sesa apontam também que 78 pessoas tinham doença cardiovascular crônica e outros 52, diabetes, sendo as comorbidades mais presentes entre todas as vítimas. Do total de óbitos, 94,81% faleceram em unidades hospitalares e 3,7% na própria residência. Para 1,48%, o local onde a morte ocorreu não foi informado.

Mapeamento

O Estado cearense tem 2.412 pessoas com testagem positiva para Covid-19 depois que mais 122 pessoas foram diagnosticadas nas últimas 24 horas. O informe da quarta-feira (15) registrava 2.291 casos.

Dos 184 municípios, 75 têm confirmações laboratoriais do coronavírus. Fortaleza é considerada o epicentro da disseminação da doença por concentrar 84,5% dos casos. Em tempo, a Capital possui 2.041 casos e 96 óbitos. A soma pode aumentar nas próximas horas, já que outros 7.313 estão em investigação.

Cidades vizinhas, como Caucaia (56), Maracanaú (51) e Aquiraz (36) reúnem o maior volume de casos na Região Metropolitana (RMF). No interior, Sobral, localizado na Região Norte, anota 21 casos, liderando a lista.

Na região Nordeste, o Ceará se posiciona como o Estado com mais confirmações da doença. Já Pernambuco tem o maior número de mortes - até ontem, conforme o Ministério da Saúde, eram 160 e 1.683 casos. Bahia tem 951 e 30 óbitos, seguida por Maranhão (695 e 37, respectivamente); Rio Grande do Norte (400 e 20); Paraíba (165 e 24); Piauí (91 e 8), e Sergipe com 48 casos e quatro óbitos.

Cerca de 46,6% dos municípios, isto é, 35 dos 75, contabilizam apenas um caso de coronavírus: Amontada, Camocim, Farias Brito, Ipaporanga, São Gonçalo do Amarante e Várzea Alegre, por exemplo.

DIÁRIO DO NORDESTE

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.