Grupo dos 20 países mais ricos diz que vai injetar US$ 5 trilhões na economia para superar efeitos coronavírus

Rei Salman bin Abdulaziz, Vladimir Putin e Emmanuel Macron participal de conferência virtual do G20, em 26 de março de 2020 — Foto: Bandar Algaloud/Saudi Royal Court/via Reuters; Alexei Druzhinin/Kremlin via Reuters; Benoit Tessier/Pool/Reuters
Líderes das maiores economias do mundo se encontram de forma virtual nesta quinta-feira (26) para coordenar as respostas ao crescimento das incidências de Covid-19.

Eles disseram que, em conjunto, deve haver uma injeção de US$ 5 trilhões (cerca de R$ 25 trilhões) na economia global. No documento em conjunto, escreveram o seguinte: estamos adotando medidas imediatas e vigorosas para apoiar nossas economias, proteger trabalhadores e negócios- especialmente as micro, pequenas e médias empresas– e proteger os vulneráveis por meio de proteção social. Estamos injetando mais de US$ 5 trilhões na economia global, como parte de política fiscal direcionada, medidas econômicas e esquemas de garantia para combater impactos sociais, econômicos e financeiros da pandemia.
A resposta à pandemia precisa ser transparente, robusta, de grande escala e coordenada, segundo a declaração.

Eles se propuseram a compartilhar dados epidemiológicos e de saúde, reforçar os sistemas públicos de saúde e aumentar a capacidade de produção de materiais médicos. 

No documento, há uma lista das prioridades, entre elas: proteger vidas, garantir os empregos e as rendas das pessoas, restaurar a confiança, preservar a estabilidade financeira, reavivar o crescimento, minimizar os rompimentos no comércio, dar ajuda aos países que precisam de assistência
Coordenar medidas de saúde pública e financeiras; além disso, também disseram que vão aumentar o financiamento para pesquisa que encontre uma vacina e fortaleça a cooperação científica internacional. Eles pediram à Organização Mundial da Saúde (OMS) para fazer uma avaliação das lacunas na preparação para pandemias nos próximos meses. O encontro das nações do G20 foi coordenado pelo rei Salman, da Arábia Saudita. O reino preside o grupo neste ano.

Fonte: G1

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.