Dona de farmácia é presa no Ceará por subir preço de álcool gel de R$ 1,99 para R$ 11,99

O preço cobrado pelo frasco de 50 gramas do produto saltou de R$ 1,99 para R$ 11,99 — Foto: Polícia Civil

A proprietária de uma farmácia foi presa na manhã desta quarta-feira (18) por vender álcool em gel com preço considerado abusivo e por não fornecer nota fiscal aos clientes. Conforme a Secretaria da Segurança, o preço do frasco de álcool gel no comércio subiu de R$ 1,99 para R$ 11,99 após o aumento da procura com a pandemia de coronavírus.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, após receber denúncias anônimas sobre o aumento do preço no estabelecimento, policiais civis foram ao local e constataram a prática considerada abusiva pelo Código de Defesa do Consumidor.

Ainda conforme a secretaria, a proprietária confessou que comprava frascos menores e vazios para enchê-los com álcool em gel, comprado sem procedência comprovada. Em seguida, revendia os frascos por preços superiores à média dos produtos e sem justa causa.

Ela foi autuada em flagrante por crime contra a economia popular, devido ao preço abusivo do praticado por ela – e contra a ordem tributária, por não fornecer ao cliente nota fiscal da compra.

Denúncias

A Polícia Civil do Ceará reforça que população pode repassar informações sobre esse tipo de prática abusiva por meio 181, o Disque-Denúncia, da Secretária da Segurança Pública e Defesa Social.

As denúncias podem ser realizadas ainda para as delegacias existentes no estado. O sigilo e o anonimato são garantidos.

G1/CE

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.