UTI da Santa Casa de Sobral lança campanha para prevenção à infecção hospitalar


Visando a melhoria e inovação na assistência aos seus pacientes, a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Adulta da Santa Casa de Misericórdia de Sobral (SCMS), lançou no início deste mês, uma campanha interna para prevenção à infecção hospitalar. Intitulada “Mudar é preciso”, a ação engloba a coordenação médica do serviço, residentes multiprofissionais e demais profissionais da assistência que atuam no serviço da UTI.

As infecções hospitalares, segundo o enfermeiro e residente, Samuel Araújo, “são provocadas por micro-organismos que se aproveitam de fragilidades no sistema imunológico de quem está em tratamento hospitalar.” De acordo com o Ministério da Saúde, entre os tipos mais comuns estão as infecções urinária e na corrente sanguínea associadas ao uso de cateter e a pneumonia associada à ventilação mecânica. Um estudo da Organização Mundial de Saúde demonstrou que a maior prevalência ocorre em unidades de terapia intensiva, em enfermarias cirúrgicas e alas de ortopedia.

Devido essa demanda, a equipe de assistência da UTI da SCMS participou de sessões teóricas e práticas tendo como intuito a melhoria, o desenvolvimento de ações e a utilização de novas metodologias para o cuidado dos pacientes. Tais ações serão desenvolvidas com o objetivo de reduzir ao máximo a incidência e a gravidade das infecções.

Controle de Infecções Hospitalares

A forma mais simples e efetiva de evitar a transmissão de infecções em ambiente hospitalar é a higienização de mãos. Pode ser por meio de higienização com água e sabão ou por meio de fricção com álcool 70%. Essa recomendação vale tanto para profissionais de saúde quanto para visitantes e também pacientes. A atenção aos cuidados de precaução, sinalizados pela equipe de saúde, também devem ser observados, para se evitar transmissão de doenças e agentes no ambiente hospitalar.

ASCOM HOSPITAL SANTA CASA DE SOBRLA

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.