Teste dá positivo para coronavírus em cachorro em Hong Kong, afirma site


O teste de um cachorro de estimação de um paciente com coronavírus em Hong Kong  deu um "nível baixo" do vírus, informou o governo de Hong Kong.

De acordo com informação do site Fortune, ainda serão realizados mais testes para conferir se o cão realmente foi infectado com a doença ou se foi resultado de contaminação ambiental.

Caso seja confirmado, este seria o primeiro caso de um animal de estimação com o coronavírus em um surto global que já infectou mais de 82.000 pessoas e matou mais de 2.800 vidas.

Segundo o governo de Hong Kong, o bicho está em quarentena em uma instalação de animais. O departamento recomendou fortemente que animais de estimação de pacientes com vírus confirmados também sejam colocados em quarentena.

Ainda não se sabe muito sobre o vírus que está se espalhando pelo mundo depois de surgir no centro da China no final do ano passado.

Acredita-se que ele tenha sido transferido para seres humanos a partir de morcegos e tenha se espalhado de várias maneiras, mas o departamento agrícola de Hong Kong disse que não tem evidências de que animais de estimação possam ser infectados ou ser uma fonte de infecção para pessoas.

MARIE CLAIRE / GLOBO

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.