Namorado confessa morte de professor universitário em apartamento no Ceará


O namorado de José Euranio Aguiar, encontrado morto no próprio apartamento, confessou o assassinato do professor universitário em depoimento à polícia nesta terça-feira (11), segundo a Secretaria da Segurança. Victor Hugo Mota Gondim, estudante de fisioterapia de 21 anos, foi preso ainda no fim da tarde esta terça e chegou a negar ter matado José Euranio, mas assumiu a culpa durante o interrogatório. Vizinhos encontraram o professor morto nesta terça-feira (11), após sentirem mau cheiro vindo do local, no bairro Montese.



Segundo o delegado João Carlos, da 5ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Victor Hugo praticou o homicídio com um golpe mata-leão e, logo em seguida, amarrou um lençol no pescoço da vítima, na tentativa de simular um suicídio.

O crime aconteceu na noite do último sábado (8), depois das 22h, horário em que os dois chegaram no apartamento de José Euranio. Cerca de meia hora depois da entrada no prédio, Victor Hugo saiu com a chave do apartamento e levando consigo o celular da vítima. Depois do crime ele ainda falou por telefone com uma amiga de José Euranio, fingindo ser o professor.

Relacionamento

Ainda de acordo com o delegado, os dois mantinham um relacionamento amoroso desde desde dezembro de 2019. Há relatos de que o suspeito era ciumento e agressivo quando ingeria bebidas alcoólicas.

A polícia também apurou que José Euranio já tinha relatado ter sofrido agressões de Victor Hugo e, inclusive, já tinha tentado terminar o namoro, mas acabou perdoando o companheiro.

Antes da morte, Victor Hugo estaria bêbado, o que decorreu em discussão entre os dois no apartamento de José Euranio.

O suspeito permanece preso e vai responder por homicídio qualificado e ocultação de cadáver .

DIÁRIO DO NORDESTE

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.