Atacante do Guarany de Sobral está no top 3 de artilheiros do Brasil em 2020


Ainda é cedo para projetar quem deve ser o novo artilheiro do Brasil em 2020. Os 43 gols marcados em 2019 por Gabriel Barbosa, do Flamengo, são difíceis de igualar, mas os atacantes, principalmente dos clubes do Nordeste, estão com o pé calibrado no começo de temporada.

Pouco mais de 30 dias no novo ano e quem mais balançou as redes adversárias até o momento foi o atacante Tiago Orobó, do América/RN, com 8 gols em 9 jogos, contando Campeonato Potiguar e Copa do Nordeste. No seu retrovisor, o "Mago" Wallyson, atacante do ABC, tem 7 gols, disputando as mesmas competições de seu oponente no ranking, porém com 2 partidas a menos.

A final da Copa Cidade de Natal, 1º turno do estadual do Rio Grande do Norte, terá os dois artilheiros frente a frente. A Federação Norte-rio-grandense de Futebol ainda vai confirmar data e horário da decisão, que pode ocorrer no dia 12/2 (quarta-feira), na Arena das Dunas, com mando de campo do ABC, que joga por empate por ter conquistado a melhor campanha da 1ª fase do Potiguar.

O América, inclusive, tem o melhor ataque do País (25 gols) com o rival ABC logo atrás (19 gols).

Fechando o Top 3, pintam atletas de dois clubes cearenses: os atacantes Ciel, do Guarany de Sobral, e Cléber, do Barbalha, aparecem em 3º lugar na lista, ambos com 6 tentos anotados em 9 jogos do Campeonato Cearense, onde lideram a estatística.

O experiente Ciel, de 37 anos, ajudou o Bugre a garantir o título da 1ª fase do estadual, lutando justamente contra o vice Barbalha, equipe do jovem Cléber, de 23 anos, uma das revelações do Campeonato.

Os números se justificam para os dois Estados por seus jogos na disputa local terem sido os primeiros a começar no Brasil, no dia 5/2.

No restante da lista, o atacante Matheus Babi, de apenas 22 anos, se destaca pelo faro de gol, tendo anotado 5 gols pelo Macaé. Sua permanência no Brasil, entretanto, não deve durar muito tempo, visto que recebeu proposta do futebol árabe e pode se transferir semana que vem.

Dentre os vários jogadores empatados na 5ª posição pelos 4 tentos feitos, um nome conhecido da torcida cearense chama a atenção: o atacante Douglas, com passagens por Ceará e por Fortaleza, brilha no início de 2020 com a camisa do Operário/PR, que enfrenta o Barbalha de Cléber hoje (5), jogando por um empate na Copa do Brasil.

Para realizar o ranking dos goleadores, a reportagem não contabilizou os gols da Copa São Paulo de Futebol Jr. Por não se tratar de um torneio oficial. Entretanto, fica o registro dos 10 tentos marcados pelo atacante Felipe Micael, eliminado ainda nas oitavas de final com o Mirassol após 6 jogos disputados.

Histórico

A disputa pela artilharia nacional é artimanha antiga no futebol cearense. Em 2018, por exemplo, o atacante Gustavo foi o principal goleador do País ao balançar a rede 30 vezes pelo Fortaleza.

Na mesma temporada, os centroavantes Edson Cariús, do Ferroviário, e Arthur Cabral, do Ceará, completaram o Top-5 de artilheiros. Ainda no século XXI, em duas oportunidades, a equipe de Porangabuçu ostentou o posto com um camisa 9.

Em 2014, Magno Alves, o Magnata, desbancou Léo Gamalho, do Santa Cruz, e Robert, do Fortaleza, com 37 gols no mesmo ano. Outro ídolo alvinegro, Sérgio Alves, conhecido como Carrasco, chegou aos 51 tentos em 2001 e foi o maior artilheiro daquela temporada brasileira.

DIÁRIO DO NORDESTE

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.