Passageiro em carro de aplicativo mata suspeito após ser ameaçado


Um passageiro em carro de aplicativo matou um suspeito após receber ameaças de um homem armado quando chegava à própria casa, na Avenida Visconde do Rio Branco, no Bairro Joaquim Távora, na noite deste sábado (30). Testemunhas disseram que o passageiro entrou em luta corporal contra o suspeito, roubou a arma e, atirou contra ele.

Os policiais militares que foram ao local do crime explicaram, na noite deste sábado, que o homem foi morto pelo passageiro em uma reação à tentativa de assalto. Na manhã deste domingo (1º), no entanto, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) explicou que o passageiro contou que o suspeito não chegou a anunciar o assalto, mas o ameaçou de morte.

Conforme a SSPDS, o suspeito armado obrigou o passageiro a voltar para o carro e disse para o motorista abrir a porta do veículo. Mas o passageiro aproveitou um momento de distração, conseguiu pegar a arma e atirou contra o homem.

A SSPDS não divulgou a identidade do passageiro e disse que, até a manhã deste domingo, o suspeito morto ainda não foi identificado. Testemunhas relataram que ouviram vários tiros. "Ouvi os tiros. Foram uns 5 tiros direto e depois mais dois tiros que eu escutei", explicou uma moradora que não quis se identificar.

As motivação do crime vão ser investigadas pela DHPP.

Muitos curiosos foram até o local do crime para ver se conheciam o suspeito. Equipes do Samu, Perícia Forense e Polícia Militar foram acionadas para atender a ocorrência.

DIÁRIO DO NORDESTE | FOTO: REPRODUÇÃO/SVM

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.