Bolsonaro dorme com arma ao alcance das mãos e tem funcionário para provar sua comida


Mesmo cercado de seguranças e com militares do Exército vigiando as instalações da residência, o presidente Jair Bolsonaro ainda teme ser alvo de novo atentado. Por precaução, dorme com uma pistola carregada ao alcance das mãos, e ainda conta com funcionário responsável por provar suas refeições. As informações são do portal de notícias da Veja.

Segundo o presidente, a preocupação não é fruto de paranoia. Até hoje ainda não acredita na versão de que o atentado que sofreu durante a campanha foi obra apenas de um desequilibrado mental. Ele afirma que houve uma conspiração.

Em entrevista para a Veja, Bolsonaro revela que, além do ex-garçom Adélio Bispo dos Santos de Oliveira, o autor do atentado, um staff de campanha teria participado do plano para matá-lo. Mesmo sem indicar a pessoa que teria conspirado contra ele, o presidente dá indícios que apontam para um ex-ministro, e indica que o motivo da traição seria uma vingança por não ter escolhido o ex-assessor como candidato a vice.

O POVO ONLINE

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.