Soldado da reserva da PM e homem são suspeitos de golpe na venda de imóveis


Um soldado da reserva da Polícia Militar foi preso juntamente com outro homem suspeito de tentar aplicar um golpe na venda de uma casa, nesta terça-feira (12), em Fortaleza. Ambos estavam em um cartório para fazer o registro de venda do imóvel, quando foram detidos. O comparsa do PM chegou a apresentar um documento falso aos policiais, mas teve a verdadeira identidade revelada por meio da ferramenta de reconhecimento facial da Secretaria da Segurança Pública do Ceará (SSPDS).

De acordo com a polícia, contra o PM, de 40 anos, havia um mandado de prisão preventiva oriundo de Comarca de Paraipaba, por homicídio, além de passagens por roubo, estelionato e receptação. Já o comparsa do PM, de 29 anos, tem passagem pela polícia por receptação, falsificação de documento público, uso de documento falso e porte ilegal de arma de fogo.

Os dois tentaram aplicar um golpe na venda de uma casa, que não pertencia a eles. Ao perceber que se tratava de uma fraude, as vítimas acionaram a Polícia Militar para prender os estelionatários.

A dupla foi encaminhada à Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD), onde foi autuada em flagrante por tentativa de estelionato e associação criminosa. O suspeito identificado pelo reconhecimento facial foi indiciado ainda por uso de documento falso.

G1/CE

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.