Thiago Neves, a saída de Ceni, o choro no vestiário e os remédios para dormir


Um dos líderes do elenco cruzeirense, o meia Thiago Neves concedeu entrevista coletiva nesta terça-feira (15) e não fugiu das perguntas. O jogador confessou estar vivendo o momento "mais difícil da vida", na luta contra o rebaixamento no Brasileiro.

"Nunca passei por isso. Já tive momentos de muita pressão na minha carreira, mas o que estou passando agora, não. De chegar em casa e não ter vontade de fazer nada. De ficar pensando só no Cruzeiro, de olhar só a tabela e olhar o adversário que vai jogar. É o momento mais difícil da minha vida", disse o jogador, que garante tomar até remédios para dormir.

"Me concentro no que eu tenho eu fazer, no que o Abel está pedindo, no que os jogadores vão precisar dentro de campo. Estou sendo assim nas concentrações, tendo até que, algumas vezes, tomar remédio para dormir, para tentar relaxar e fazer um bom jogo".

Thiago revelou ainda que o vestiário depois do empate sofrido contra a Chapecoense, no último fim de semana, foi de lágrimas. "Três ou quatro jogadores choraram no vestiário. O sentimento é este quando você não ganha", confessou.

"Você não consegue dar uma risada, não consegue brincar com seu filho. É um sentimento muito ruim, onde o que todo mundo faz no momento é chorar", completou, em tom preocupado.

Saída de Ceni

Questionado sobre a saída de Rogério Ceni, que aconteceu depois de o zagueiro Dedé cobrar o técnico a presença de Thiago Neves no time, o meia garantiu não ser culpado e revelou que chegou a pedir desculpas ao treinador, mas garantiu: "a culpa não foi só minha, foi do Rogério também".

"Claro que dói. Incomoda, porque muitas coisas que estou vendo, estão me culpando pela demissão do Rogério, e eu não fiz isso, não faço isso. Acho que ele mesmo cometeu os erros dele, eu cometi os meus, fui humilde, pedi desculpas para ele na sala dele. Muita coisa que eu leio, incomoda, principalmente do torcedor colocando a culpa em mim, ainda mais neste momento complicado que a gente vem passando".

O Cruzeiro está em 18º lugar no Campeonato Brasileiro, com 22 pontos, a quatro do Ceará, primeiro time fora da zona de rebaixamento. Na quarta, a Raposa volta a campo contra o São Paulo tentando respirar no campeonato.

OGOL.COM.BR

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.