Deltan Dallagnol recusa promoção e continua no comando da Lava-Jato


O procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava-Jato em Curitiba, decidiu não concorrer à promoção para procurador regional da República. Ele apresentou nesta segunda-feira (21/10) uma carta onde recusou a possível promoção. Em caso positivo, o procurador atuaria na segunda instância e estaria apto a ocupar uma das dez vagas de procurador regional da República. Nove destas vagas são em Brasília e uma em Porto Alegre. Mas como se opôs, continuará à frente da força-tarefa no Paraná.

Deltan integra o grupo de procuradores que podem ser promovidos por merecimento, já que são os mais antigos da carreira. Quem bate o martelo sobre as promoções é o Conselho Superior do Ministério Público (CSMP), que tem uma reunião marcada para o dia 5 de novembro.

“A decisão foi tomada após conversar com os demais procuradores da força-tarefa e tomou em conta aspectos pessoais e profissionais”, afirmou a assessoria de Deltan, por meio de nota.

CORREIO BRAZILIENSE

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.