Advogado: EUA tentaram sequestrar Assange


O advogado de Julian Assange, Mark Summers, acusou os Estados Unidos de planejarem “sequestrar” o fundador do WikiLeaks. Julian Assange compareceu nesta 2ª (21.out.2019) a uma audiência em Londres sobre o pedido de extradição que os EUA fizeram ao Reino Unido.

Summers acusa os EUA de “se intrometerem” em conversas entre Assange e seus advogados enquanto ele estava na embaixada do Equador em Londres. Mark Summers também afirmou que “homens encapuzados entraram nos escritórios“, o que seria parte de 1 plano para “sequestrar e prejudicar” Julian Assange.
Assange enfrenta acusações nos EUA, incluindo a de espionagem. No entanto, ele reivindica a proteção da Primeira Emenda da constituição americana, que diz respeito à liberdade de imprensa. Ele foi responsável pelo vazamento de diversos documentos secretos do governo americano.

O advogado Mark Summers pediu mais tempo para reunir evidências, mas a juíza Vanessa Baraitser negou e marcou uma audiência de vista em 19 de dezembro, antes da audiência de extradição prevista para fevereiro. Summers afirma que enfrenta 1 caso “sem precedentes” de acusações de espionagem contra 1 jornalista.

Julian Assange não era visto desde 11 de abril, quando foi preso na embaixada equatoriana em Londres. Ele se refugiava no local há 7 anos.

PODER 360

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.