Senado tem semana ocupada com votação da Previdência e sabatina de Aras


A semana que inicia-se nesta 2ª feira (23.set.2019) promete ser ocupada para os a Senado Federal. A Casa Alta deve seguir em evidência nos próximos dias com a votação do projeto de reforma da Previdência e com a sabatina de Augusto Aras, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para a cadeira de procurador-geral da República.

REFORMA DA PREVIDÊNCIA
A expectativa é que a reforma da Previdência tenha a 1ª chancela do plenário. Espera-se a aprovação na íntegra do relatório de Tasso Jereissati (PSDB-CE). Qualquer desdobramento diferente disso, o que é improvável, trará frustração para operadores no mercado financeiro, que já contam com a aprovação das mudanças na aposentadoria para que a economia siga o lento ritmo de recuperação.

O texto da reforma precisa ser aprovado na CCJ (Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania) da Casa, presidida pela senadora Simone Tebet (MDB-MS). A sessão está marcada para as 10h de 3ª feira (24.set). Com a aprovação na comissão, o projeto pode ir a plenário já no mesmo dia para a aprovação em 1º turno.

SABATINA DE ARAS
A mesma CCJ reservou o horário das 9h de 4ª feira para a sabatina de Augusto Aras, indicado por Bolsonaro para assumir procurador-geral da República. A comissão deve emitir 1 parecer pela aprovação ou reprovação de Aras, que depois será avaliado pelo plenário.

A expectativa é que Augusto Aras termine a 4ª como novo procurador-geral da República, com ampla margem de aprovação, inclusive de senadores do PT.

Será o encerramento desse capítulo na Casa, que abrirá espaço para o próximo: o envio da mensagem pelo Planalto submetendo à Casa Alta a indicação do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) à embaixada do Brasil em Washington (EUA).

PODER 360

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.