Pacientes do HRN deixam agradecimento pelo cuidado recebido


Natural de Groaíras, a cerca de 30 km de Sobral, a professora Raimunda Ximenes Matos Madeira, 49, precisou passar por um procedimento cirúrgico no Hospital Regional Norte (HRN), do Governo do Ceará, administrado pelo Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH). A inflamação no tímpano a fez ser internada no HRN, tempo em que ela garante ter sido bem acolhida. “É um hospital muito zeloso, as pessoas nos tratam com muito carinho. Dou nota 10. Não tenho que me queixar de nada. É um hospital muito eficiente e com um atendimento muito bom. Bem equipado e sempre somos muito bem tratados. Fui muito bem recebida”, avalia.

Em agradecimento à equipe que cuidou de sua saúde na Clínica Médica do HRN, Raimunda Ximenes deixou duas cartas: uma escrita a mão citando os profissionais que cuidaram dela e outra digitada com um agradecimento a toda a equipe. Além disso, no dia de sua alta hospitalar, promoveu uma festa para a equipe e distribuiu alguns presentes.

Na carta deixada, Raimunda agradece a todos os profissionais pelo cuidado recebido. “Em nome de todos os profissionais quero agradecer ao Hospital Regional de Sobral com todo meu carinho, amor e gratidão e saudar a todos em nome dos médicos e de todas as categorias de profissionais que cuidam de mim durante esse longo período nessa unidade. Sou grata a vocês em meu nome, em nome da minha família, parentes e amigos e até desconhecidos que lutaram, oraram, sofreram por mim e, por causa de vocês, hoje podem sorrir comigo, celebrando a vida”, destaca. A paciente cita os profissionais como os “anjos de Deus na terra.” “Não tenho palavras para agradecer a Deus por tudo o que fazem todos os dias por mim para que eu venha a ter uma saúde de qualidade e a cada ano irei comemorar a VIDA onde eu estiver”.

Raimunda destaca a estrutura do hospital e o profissionalismo e amor da equipe. “Percebi nesses longos dias que existe dentro desse hospital público muito carinho, solidariedade, amor ao próximo. Que sem isso de nada adiantaria estruturas gigantescas, perfeitamente equipadas com aparelhagem ultramodernas e profissionais formados e preparados que fizeram tudo que estava ao alcance da medicina para quando eu sair daqui tenha uma saúde de qualidade. Pois é necessário um conjunto, mas que se não houver dedicação e amor pelo que faz o conhecimento adquirido e a estrutura oferecida de nada vale. E aqui é muito mais do que isso; é um lugar onde ainda não vi igual. Tudo é feito com muito profissionalismo e uma dedicação extraordinária dos profissionais de todas as áreas e sem contar a higienização muito rígida e uma alimentação de qualidade. É o melhor hospital que conheço até hoje”, garante.



Cuidado acolhedor

A família do paciente da Unidade de Cuidados Especiais (UCE), Valdecio Barros da Silva, também deixou por escrito seu agradecimento pelo “atendimento e competência e dedicação de toda a equipe do Hospital Regional de Sobral durante seus dias de internação”. Denominando os colaboradores os “anjos de branco”, os familiares afirmaram ter sentido o cuidado acolhedor.

“Talvez não existam palavras-chave relacionadas, significativas o suficiente que nos permitam agradecer vocês com justiça, com o devido merecimento, pois na situação que encontramos nossa saúde nos deparar com tamanha capacitação e dedicação desses profissionais muitas vezes criticados e desvalorizados nos comovem. Vocês foram essenciais e ágeis e salvar a vida dele, lutaram com todas as forças e recursos para que ele sentisse conforto”.

Serviços

A Clínica Médica tem um perfil de atender enfermidades de adultos com perfil clínico. “É muito gratificante ver o trabalho da equipe reconhecido pelo paciente. Sempre buscamos dar qualidade de vida e segurança aos nossos pacientes, o que corresponde aos valores da instituição”, ressalta a enfermeira Thamires Batista de Holanda, coordenadora da Clínica Médica

Já a UCE recebe pacientes em sua maioria crônicos, com ventilação mecânica, traqueostomizados, com uso de sondas ou com feridas extensas. “Esse reconhecimento é muito importante para nós. Revigora nosso trabalho diário”, avalia a coordenadora do serviço, a enfermeira Thalianne Veras Brito. O serviço atua com cuidados paliativos de forma assertiva”, completa.

TERESA FERNANDES / ASCOM HRN

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.