Jardins filtrantes serão construídos nos Parques da Cidade e Pajeú


Foi assinada a ordem de serviço para a construção dos sistemas de filtragem (jardins filtrantes) dos Parques da Cidade e Pajeú, em Sobral. O projeto vai receber investimento superior a R$ 1 milhão, do Programa de Desenvolvimento Socioambiental de Sobral (Prodesol).

“O jardim filtrante é uma ferramenta de melhoria da qualidade da água, baseada na natureza, onde há intervenção na topografia para a criação de sistemas de alagados naturais e construídos, preenchidos com plantas aquáticas específicas que tem a capacidade de retirar matéria orgânica e poluente da água durante o processo de crescimento. Além de trazer melhoria na qualidade da água dos mananciais, reduzindo o mau cheiro e a proliferação de mosquitos, esses jardins trazem impacto visual e paisagístico”, explicou Bruno Ary, diretor de Parques, Jardins e Unidades de Conservação da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMA).

O Prodesol, coordenado pela Secretaria do Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), é fruto do contrato de empréstimo com o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e tem como objetivo melhorar a qualidade dos serviços públicos por meio de investimentos em saneamento básico e ambiental, gestão socioambiental e requalificação da infraestrutura urbana do município.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.