Entra em vigor na Holanda a proibição do uso da burca


A proibição do uso de todos os tipos de peças de roupa que escondam o rosto — como capuzes e o véu integral islâmico — em espaços públicos da Holanda entra em vigor nesta quinta-feira, dia 1º de agosto, em meio à revolta dos que serão afetados pela lei.

Ratificada no ano passado pelo Senado, a norma limita o uso destas peças apenas em áreas públicas como escolas, hospitais, transporte público e edifícios governamentais. O descumprimento da lei pode render uma multa de 150 euros, informa a agência EFE.

A proibição foi posta na agenda há 13 anos pelo político direitista Geert Wilders, que exigiu uma proibição total da burca porque, segundo ele, impede a integração das mulheres na vida social e laboral do país.

A Holanda segue assim os passos de Dinamarca, França e Bélgica, onde a proibição se estende inclusive às ruas, depois que o Tribunal Europeu de Direitos Humanos opinou em 2014 que uma lei assim não viola as liberdades religiosas.

TARCISO MORAIS / RENOVA MÍDIA

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.