Delegado diz que Romário afirmou estar sendo perseguido por causa de decisões políticas

Márcio Delgado, delegado da Decap de Natal | Foto: Emanuel Amaral
Em entrevista exclusiva ao repórter Garcez Almeida, da Rádio Coqueiros Fm de Sobral, o delegado titular da Delegacia de Capturas (Decap) de Natal, Marcio Delgado, afirmou que o vereador Romário Araújo (SD), capturado na última sexta-feira (9) por força de um mandado de prisão, disse que está sendo perseguido por decisões políticas.

''Ele alega que está sendo perseguido pela população por algumas decisões políticas'', disse o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, Romário Araújo estaria no seu terceiro endereço e possuía apenas algumas roupas e estava com uma mala contendo roupas, um aparelho de celular. Dinheiro não foi encontrado com ele.

''Ele havia chegado na pousada há dois dias e já se preparava para se mudar para outro endereço, mas a polícia já estava no encalço dele'', completou.

Confira abaixo a entrevista, na íntegra:



Romário está afastado de sua função na Câmara Municipal de Sobral por ordem judicial e estava proibido de se ausentar do município sem aviso prévio. Sua prisão foi decretada antes mesmo que ele descumprisse as determinações da justiça.

Ainda neste ano, quando foram recebidas as primeiras denúncias sobre o edil, uma representação que acusava Romário de quebra de decoro parlamentar foi rejeitada pela maioria dos vereadores da Câmara Municipal de Sobral.

Romário Araújo será conduzido para a Delegacia Regional de Sobral nesta semana, onde será ouvido pelo delegado da cidade.

THALES MENEZES / SOBRAL PORTAL DE NOTÍCIAS

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.