Técnico do Ceará reclama de pênalti não marcado contra o Inter e questiona VAR: "funciona para quem?"


O técnico Enderson Moreira, voltou a criticar o árbitro de vídeo (VAR) após a derrota do Ceará para o Internacional no Beira-Rio por 1 a 0. O comandante alvinegro questionou se a tecnologia funciona da mesma forma para todos os clubes que disputam a Série A do Brasileiro e reclamou que o árbitro de campo, Marcelo de Lima Henrique, não foi até o monitor ver as imagens de uma bola que bate na mão de um atleta colorado dentro da grande área.

O lance aconteceu já nos acréscimos. Numa disputa entre Sarrafione e Wescley, na entrada da área, a bola toca na mão direita do jogador do Inter, que estava na grande área e depois no braço do meia alvinegro, que tentava invadir o espaço. Os jogadores do Ceará reclamaram pênalti, mas o árbitro central mandou o lance seguir apenas ouvindo a orientação de quem estava na cabine do VAR, sem verificar, ele mesmo, as imagens.

“Foi pênalti ou não foi? O VAR não está aí pra fazer isso? Ele funciona para quem? Só para alguns clubes? Não são para todos? Ao meu ver foi pênalti. Precisa saber se o VAR não serve para todo mundo. O mínimo que tem que fazer é verificar, olhar. Não é interpretação ali", criticou Enderson. O árbitro de vídeo de Internacional x Ceará foi Pathrice Wallace Corrêa Maia-RJ.

Não é a primeira vez que o Ceará se sente prejudicado pelo VAR. No jogo contra o Fluminense, o gol da virada foi anulado após verificação de imagens. Na ocasião, Enderson Moreira criticou a postura do árbitro de campo, que chamou inclusive o auxiliar para ajudar a tomar a decisão. Na época, o departamento jurídico do Vovô prometeu entrar com uma representação contra a arbitragem junto à CBF.

O Povo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.