Sobral está entre as 100 melhores cidades do Brasil em desenvolvimento social, diz pesquisa

Sobral está entre as 100 melhores cidades do Brasil em desenvolvimento social, diz pesquisa / Foto: Tuno Vieira
Fortaleza caiu 40 posições no ranking de melhores cidades para fazer negócios, saindo da 51ª posição em 2017 para 91ª em 2018, segundo estudo anual feito pela Urban System. A pesquisa foca em regiões do País com maior oportunidade de crescimento, avaliando as cidades mais atrativas para o desenvolvimento de negócios.

Nesta edição do estudo, realizado pelo quinto ano, a cidade de Vitória, no Espírito Santo, alcançou a primeira posição do ranking. Em 2017, o município ficou em segundo lugar. As 10 primeiras posições são ocupadas por municípios das regiões Sudeste e Sul. Já entre as 20 melhores cidades aparecem também municípios da Região Centro-Oeste: Brasília e Cuiabá.

O Nordeste passa a figurar a lista a partir da 21ª posição, com a cidade do Recife. Fortaleza, por sua vez, aparece em 91ª, atrás de outras seis capitais nordestinas:

  • 21ª - Recife (PE) 
  • 25ª - Aracaju (SE)  
  • 52ª - João Pessoa (PB) 
  • 56ª - Teresina (PI) 
  • 62ª - Salvador (BA) 
  • 82ª - Natal (RN) 
  • 91ª - Fortaleza (CE)  

Foram analisados 310 municípios com mais de 100 mil habitantes. As cidades representam 70,4% do PIB Brasileiro, 62,1% das empresas, 72,6% dos empregos formais e 56,5% da população brasileira, mostram os dados.

Para chegar ao resultado foram analisados quatro temas centrais:  


  1. Desenvolvimento Econômico;  
  2. Capital Humano;  
  3. Desenvolvimento Social; 
  4. Infraestrutura. 

Ceará 

Puxando pelo eixo de capital humano, Fortaleza aparece em 41º lugar. Neste recorte também aparecem as cidades cearenses de Sobral (86ª) e Juazeiro do Norte (89ª)

Segundo o estudo, o capital humano “é condição fundamental para o desenvolvimento e atração de qualquer segmento de empresa ou negócio. Por ser a mão de obra estratégia fundamental para o sucesso de negócios, não importando o perfil do emprego, é necessário que haja mão de obra qualificada nas cidades”. 

O quesito é avaliado com base em questões sociodemográficas, econômicas e do setor de educação, em diferentes níveis de ensino, diz o estudo.

Sobral 

Com relação a desenvolvimento social, apenas Sobral figura a lista das 100 melhores cidades avaliadas, estando na 84ª posição. O eixo mede o reflexo do desenvolvimento de negócios na cidade sobre a população local, medindo indicadores sociodemográficos e econômicos, de educação, de saúde e de segurança.

Com relação a infraestrutura, Fortaleza ficou na 29ª posição, Juazeiro do Norte, na 93ª. 

Maracanaú

Já o indicador de desenvolvimento econômico mostra apenas Maracanaú, município da Região Metropolitana de Fortaleza, em 51º lugar de 100 posições. Nenhuma outra cidade do Ceará foi destacada neste eixo.

DIÁRIO DO NORDESTE

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.