Fernando De la Rúa, ex-presidente da Argentina, morre aos 81 anos


O ex-presidente argentino Fernando De la Rúa (1999-2001) morreu nesta terça-feira, 9, em Buenos Aires, aos 81 anos. Ele estava internado em estado grave por complicações cardíacas e renais.

O ex-presidente já tinha sido hospitalizado no início do ano, quando foi submetido a uma cirurgia cardíaca. Após uma longa recuperação, voltou ao hospital em maio devido a uma complicação renal.

A última vez que De la Rúa apareceu em público foi em um jantar que o governo ofereceu no Teatro Colón, em novembro passado, por ocasião da cúpula do G20.

Em 2015, De la Rúa foi declarado inocente ao final de um julgamento por suposto pagamento de subornos a senadores da oposição durante seu governo para aprovar uma reforma trabalhista.

O então presidente abandonou o cargo em dezembro de 2001, quando fugiu da Casa de Governo de helicóptero em meio a um país convulsionado pela crise institucional e econômica. Desde então, se manteve distante da política.

(Com AFP)

VEJA.COM

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.