Felipão diz que desconhece proposta, mas Arthur Cabral não descarta sair do Palmeiras


Arthur Cabral não garantiu a permanência no Palmeiras após o empate por 1 a 1 contra o Vasco, no Allianz Parque. O centroavante, que desperta o interesse de outras equipes do futebol brasileiro, jogou 90 minutos pela primeira vez no Verdão.

“Eu vim para o Palmeiras na intenção de jogar no Palmeiras, de ter sequência e conseguir mostrar meu futebol. E as coisas não estão… Hoje eu vim jogar meu primeiro jogo de 90 minutos. Mas minha cabeça está muito tranquila em relação a isso. Peço para meus empresários não falarem sobre propostas e times, eles sabem administrar a minha carreira. Eles junto com o Palmeiras vão saber definir o que é melhor para mim e para o time”, afirmou.

Com Deyverson até então como titular absoluto, Arthur Cabral vinha disputando a posição de centroavante reserva com Miguel Borja. Em breve ele ganhará ainda a concorrência de Henrique Dourado. O duelo contra o Vasco foi apenas seu sexto pelo Alviverde, que o tirou do Ceará por R$ 5,5 milhões.

O técnico Felipão explicou o que espera do atleta para que tenha mais oportunidades e um melhor desempenho, mas não quis se manifestar sobre uma possível proposta do Grêmio para tirar o jogador do Verdão.

“Não sei sobre Grêmio, tem que falar com Alexandre Mattos. Não sou empresário, só técnico”, afirmou. “Quando a bola está no lado direito, que ele saia do meio e venha jogar no lado do zagueiro que está a bola, para jogarmos no espaço e o lateral ir marcando ele, para termos espaço. Ele demora um pouco mais que o normal para entender o posicionamento. Com o tempo vai aprendendo e vai melhorando”.

Gazeta Esportiva 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.