Enderson Moreira critica VAR após empate com Fluminense: "Erro grosseiro"

Enderson acredita que o Ceará foi prejudicado pela arbitragem diante do Fluminense | Foto: JL Rosa / SVM
O técnico Enderson Moreira, do Ceará, ficou na bronca com o VAR após o empate com o Fluminense, nesta segunda-feira (15), no Maracanã, pela 10ª rodada da Série A do Brasileiro. Quando o duelo já estava em 1 a 1, o árbitro paulista Douglas Marques das Flores consultou o recurso de vídeo para anular um gol feito pelo atacante alvinegro Mateus Gonçalves, aos 13 do segundo tempo, devido posição irregular de Felippe Cardoso, que não tocou na bola. Para o comandante do Vovô, a marcação da arbitragem foi equivocada e prejudicou a equipe cearense.

"Acho que foi um erro grosseiro na minha concepção. O VAR está para mostrar que não estava impedido. O Mateus que fez o gol não estava impedido, isso é facilmente avaliado", declarou.

Na ocasião, o juiz chamou o bandeirinha Danilo Ricardo para analisar o lance à beira do gramado e concedeu 10 minutos de acréscimo. Enderson Moreira criticou a interferência de um outro membro da arbitragem na decisão de anular o gol.

"Quando é lance interpretativo, eu acho que o árbitro não pode terceirizar a decisão. Tem coisas que só quem está dentro de campo consegue perceber. Estão terceirizando essas decisões. Ele (árbitro) pediu a ajuda do auxiliar, isso é um absurso, é demonstrar que não está preparado para aptar um jogo na Série A", finalizou.

O Ceará retorna do Rio de Janeiro na terça-feira (16) e se reapresenta na quarta (17) para os treinamentos no CT de Porangabuçu. O próximo jogo da equipe no Brasileirão é diante do Palmeiras no sábado (20), às 19 horas, na Arena Castelão, válido pela 11ª rodada. Na tabela, o Vovô ocupa a 14ª posição, com 11 pontos.

ALEXANDRE MOTA / DIÁRIO DO NORDESTE

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.