Dony De Nuccio fecha contrato escondido e leva bronca da Globo


Dony de Nuccio pode ter violado o Código de Ética e Conduta do Grupo Globo ao assinar, sem avisar a emissora, um contrato com a Bradesco Seguros, se tornando o rosto do banco em vídeos utilizados para treinamentos de funcionários e em eventos com clientes. As informações são do portal Notícias da TV.

Nos vídeos, acessados pelo portal, o apresentador do Jornal Hoje usa o pronome “nossos” para se referir aos clientes da empresa. “Pois é, mais uma vez a Bradesco Vida e Previdência sai na frente e lança um novo plano de Previdência Privada que traz muito mais facilidade para nossos clientes”, diz o jornalista.

No Código de Ética e Conduta da emissora, há um capítulo intitulado Conflito de Interesses, no qual consta um parágrafo que explicita que atitudes como a de De Nuccio não são permitidas.

“É vedado a qualquer Integrante usar a visibilidade ou o prestígio do Grupo Globo, assim como seu cargo ou função para influenciar alguém ou obter vantagem pessoal, seja patrimonial ou de outra natureza”, diz o Código.

Segundo o Notícias da TV, após um pedido de posicionamento da Globo sobre o caso, o apresentador entrou em contato com a Bradesco Seguros e pediu para que todo o material em que ele aparecia fosse retirado de todas as plataformas e deixasse de ser utilizado.

Ainda de acordo com o portal, a Globo confirmou que De Nuccio não havia informado seus superiores sobre o contrato com o banco e o advertiu sobre seu ato, ressaltando que ele jamais poderia ter participado deste tipo de produção. Confira, abaixo, a nota da enviada pela assessoria de imprensa da emissora:

“Dony de Nuccio informou que há cerca de um ano participou de uma produção audiovisual voltada exclusivamente para o treinamento de funcionários, com proibição expressa de que fosse exibida para clientes ou em televisão aberta ou ou fechada, rádio ou internet. Jamais se tratou de ser ‘o rosto’ de nenhuma empresa. O contratante honrou o contrato e nada fez de errado. Ele não consultou a TV Globo a respeito.

Dony afirmou que, diante do fato de que parte da produção se tornou pública, entrou em contato com o contratante para que o trabalho não seja mais utilizado. E que doará o cachê recebido à instituição de caridade. Dony disse que fez o vídeo por acreditar que não se tratava de publicidade, já que não se destinava a clientes ou ao público. Com o esclarecimento de Dony e as providências que ele próprio tomou, a Globo considera o caso encerrado. Alertou, contudo, o apresentador para o fato de que seu entendimento sobre a possibilidade de fazer esse tipo de produção está errado.”

Por fim, de acordo com o Notícias da TV, a Bradesco Seguros retirou todo o material de suas plataformas internas e não cobrará multa do jornalista pela suspensão do conteúdo.

CLAUDIA

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.