Brasil demonstra interesse em sediar o Mundial de Clubes em 2021


​O Brasil tem visto com bom olhos a possibilidade de sediar o ​Mundial de Clubes do ano de 2021. A edição, que está prevista para possuir 24 equipes do mundo todo, pode ser uma grande fonte de renda para o país, que nos últimos 5 anos foi também palco para a Copa do Mundo e as Olimpíadas, além da ​Copa América em 2019.

A ideia vem do presidente da Fifa, Gianni Infantino, que está prestes a ser reeleito a mais quatro anos no comando da entidade suprema do futebol. A proposta do suíço seria de deixar para trás o formato atual, no qual somente 7 equipes participam. O novo modelo se realizaria de uma forma parecida com a Copa do Mundo, de quatro em quatro anos, porém com 24 equipes ao invés de 32.

A primeira edição desta nova configuração estaria prevista justamente para 2021. A contrariedade vem de alguns times europeus, que estão repudiando esta nova proposta do presidente. Já a entidade vê a posição destes clubes como uma estratégia para adquirir alguns benefícios em troca da organização do evento.

O modelo do torneio seria assim: 24 equipes, sendo doze europeias, cinco da América do Sul, além de um número específico para América do Norte, África e Ásia. O evento, tendo em vista a participação dos principais times do futebol mundial, desencadearia praticamente uma Copa do Mundo, porém de clubes.

A ideia do Brasil é que o investimento desmesurado para reforma e construção de estádios para o Mundial de 2014 seja melhor aproveitado, e que lotar um estádio em um espetáculo como esse não seria uma das tarefas mais difíceis. Há exatos 19 anos, o país sediou um Mundial de Clubes, porém com poucas equipes europeias (Real Madrid e Manchester United) e um baixíssimo número de torcedores nos estádios. Na ocasião, o ​Corinthians ficou com o troféu na final contra o ​Vasco no Maracanã.

Um grande concorrente do Brasil na disputa por quem irá sediar a competição é a China. A intenção dos chineses é demonstrar ao resto do planeta que o país possui estrutura e capacidade de ser palco para uma futura Copa do Mundo.

90 MIN

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.