Suspeito de espalhar boatos sobre ataques no interior do Ceará é preso pela polícia


Um homem foi preso após espalhar boatos sobre ataques no município de Graça, no interior do Ceará, na tarde desta quinta-feira (23). Ricardo Wagner Alves Ribeiro, 31 anos, já tinha um mandado de prisão preventiva em aberto.

De acordo com o inspetor Alves, da delegacia de Pacujá, populares temiam que o homem realizasse um atentado na cidade contra desafetos. Nesta quinta, surgiu o boato de que o ataque seria a uma escola. Com isso, populares passaram a compartilhar avisos pelas redes sociais.

Ainda conforme Alves, policiais civis cumpriram mandados de busca e apreensão na casa de três suspeitos para averiguar se eles estavam com armas de fogo, mas não encontraram em nenhuma das casas. No entanto, Ricardo Wagner foi capturado dentro de sua própria residência por infringir a ordem pública.

O homem se manifestou pelas redes sociais e se defendeu as acusações.



"Não foi localizado nada. Ele nega que tenha feito ameaças. A cidade está sabendo pelas redes sociais. As pessoas estão aterrorizadas, tudo em decorrência dos boatos", comentou o inspetor. O rapaz negou que tenha feitos ameaças.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que o suspeito já respondia por crimes de apropriação indébita, furto qualificado e ameaça. Além disso, constava um mandado de prisão preventiva em aberto contra ele.

Ricardo Wagner foi encaminhado para a Delegacia Municipal de Pacujá, onde ficará à disposição da Justiça.

G1/CE

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.