Prisão de Isabel e morte de Margot emocionam web no fim de 'Espelho da Vida'


O último capítulo de "Espelho da Vida" foi marcado por emoção em cena e fora dela: nas redes sociais, o fim da trama protagonizada por Cris (Vitória Strada ), as suas descobertas sobre a vida passada como Júlia Castelo e as consequências disso conquistaram os fãs. Já ciente do passado da ex-noiva, Alain (João Vicente de Castro) teve um reencontro com o avó falecido, Vicente (Reginaldo Faria) e pediu desculpas ao idoso. "Eu não sou mais o Alain que chegou em Rosa Branca. Obrigado, avô, por ter me permitido ver o passado de forma tão real", afirmou o diretor depois de descobrir que Eugênio (Felipe Camargo) era o assassino de Júlia Castelo. "Lembra o que eu lhe disse, quando me despedi de você? A história que você vai filmar vai te ajudar a transformar julgamento em misericórdia", afirmou Vicente ao neto.

Armação de Isabel mata Américo
De volta aos tempos atuais, Cris foi parada por Isabel na rua: mal intencionada, a vilã, cuja deformação com efeito visual em capítulo anterior agitou a web, tentou se aproximar da mocinha. "Quem sabe no final dessa história a gente não se torna amigas?", perguntou. "Eu olho para você e penso em tanta coisa, quem sabe um dia a gente conversa...", despistou a protagonista. Determinada a matar Cris, Isabel trocou a arma de festim que iria ser usada para a cena da morte de Júlia por uma bala real. Na hora da cena, entretanto, o espírito de Otávio (Patrick Sampaio) orientou Américo (Felipe Camargo) a salvar a filha. Assim, o pai de Cris na vida atual morreu e se redimiu dos erros pela vida passada. Atordoada, Isabel colocou fogo na casa - no fim de semana, aliás, durante a gravação desta cena aconteceu um incêndio controlado - mas foi salva por Alain, escapando por pouco da morte - que chegou a ser apontada como um dos finais para ela. Arrependida de suas armações, Isabel decidiu se entregar à polícia.

Margot morre e reencontra filho
A partida de Margot (Irene Ravache) também emocionou os telespectadores: assim como André (Emiliano Queiroz), após cumprir a missão de promover o reencontro de Cris e Daniel, a livreira se reencontrou com Vicente (Reginaldo Faria) e seu filho em uma cena comovente. A última cena foi a exibição do longa produzido "Amor Infinito", com uma mensagem emocionante lida na voz de Reginaldo Faria. "Ame como se fosse morrer, demonstre seu amor hoje, como se estivesse numa despedida. Não adie o amor, o olhar bom, o abraço, a boa palavra, o beijo... Um dia sem amor é um dia perdido. Somos espíritos imortais, mas experiência na Terra tem prazo de validade. Não desperdice o tempo como se ele fosse infinito...".

PUREPEOPLE

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.