Situação do ministro do Turismo gera desconforto e aumenta pressão para ele pedir demissão ou afastamento

Integrantes do governo e até mesmo parlamentares da bancada do PSL já não escondem mais o desconforto com a situação do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, com várias acusações de uso de candidatas laranjas nas últimas eleições para usar o repasse obrigatório de 30% para as mulheres do fundo eleitoral. Cresce a avaliação de que ele deve pedir para deixar o ministério para evitar um desgaste maior do governo.

A situação do ministro do Turismo ficou extremamente delicada depois da demissão do agora ex-ministro Gustavo Bebianno, também citado neste caso de candidaturas laranjas pelo PSL. Álvaro Antônio foi indicado para o cargo pela bancada do partido.

Apesar da situação de grande desconforto, alguns interlocutores do presidente Jair Bolsonaro avaliam se não seria melhor aguardar a conclusão da investigação iniciada pela Polícia Federal para tomar uma decisão definitiva. Por isso, já existe pressão para que Álvaro Antônio pelo menos peça um afastamento até a conclusão desse inquérito.

G1

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.