Flamengo ajudará famílias das vítimas no incêndio e diz que contêineres eram seguros


Após a identificação dos dois últimos corpos dos jogadores que morreram no incêndio do Ninho do Urubu na última sexta-feira, o Flamengo comunicou que continuará a pagar o salário de todas as vítimas do ocorrido.

No total, foram dez mortos e três jogadores hospitalizados . Havia 26 garotos no alojamento naquele momento. Treze escaparam sem ferimentos.

“O clube assume o compromisso de manter a remuneração paga aos atletas vítimas do incêndio, sem qualquer prejuízo de outras ações adicionais de apoio que estão sendo implementadas”, apontou o Flamengo em nota oficial neste domingo.

“Estamos empenhados, prioritariamente, em aparar as famílias de forma material, moral e psicológica“, diz também trecho outro trecho da nota.

MÓDULOS HABITACIONAIS
Na nota à imprensa, o Flamengo diz que os módulos habitacionais onde estavam os garotos da base foram alocados da empresa NHJ, que fica no Rio de Janeiro.

O clube escreveu que a empresa é referência no mercado e tem todas as certificações exigidas pela lei brasileira, destacando a NHJ ter também o ISO 9001 (mais alto selo de qualidade).

O Flamengo também informa que os módulos que seguiu todas as normas e que o material não era propagador de incêndios.

MANUTENÇÃO AR-CONDICIONADO
Assim como dito no dia anterior, o Flamengo retificou que os aparelhos de ar-condicionado dos módulos habitacionais. Foram seis aparelhos avaliados em 5 de fevereiro, segundo olá nota.

A vigência é válida até 31 de agosto deste ano.

Uma das hipóteses pra o incêndio é um curto no ar condicionado.

ESPN.COM.BR

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.