Ceará reforça ações para prevenção da gravidez na adolescência


No Ceará, a prevenção da gravidez não planejada é destaque nas políticas públicas de saúde reprodutiva, com o objetivo de reduzir a mortalidade materna e infantil neonatal, bem como a taxa de gravidez não planejada nas adolescentes.

A Secretaria da Saúde desenvolveu estratégias para melhoria dos indicadores, como o Programa Nascer no Ceará e o Projeto de Planejamento Reprodutivo com Implantes Subdérmicos para mulheres em situação de risco social.

Na Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência, instituída este ano com o objetivo de disseminar informações sobre medidas preventivas e educativas que contribuam para a redução da incidência da gravidez na adolescência, o Comitê Interinstitucional de Prevenção à Gravidez na Adolescência lançou na manhã de sexta-feira, 1º de fevereiro, o Programa Viva seu Tempo, iniciativa que integra o Ministério Público do Ceará (MPCE), Maternidade-Escola Assis Chateaubriand (MEAC), Universidade Federal do Ceará (UFC), Instituto Primeira Infância (IPREDE) e secretarias da Educação e da Saúde do Estado do Ceará e de Fortaleza.

O programa busca alinhar ações para otimizar recursos e garantir maior eficácia nos resultados, com repercussão na Saúde, na Educação e na Segurança Pública.

A Lei Nº 13.798, de 3 de janeiro de 2019, prevê que a Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência seja realizada anualmente.

A Sesa ressalta a importância de dar visibilidade ao tema em todos os 184 municípios cearenses, mobilizar a Estratégia Saúde da Família (ESF) com ações da Saúde e da Educação; realizar atividades com adolescentes e promover o uso dos preservativos masculino e feminino.

Incentivo ao planejamento reprodutivo para as adolescentes; realização de busca ativa através do Agentes Comunitários de Saúde (ACS) das adolescentes grávidas para consulta e ao encaminhamento das adolescentes grávidas no Programa Nascer no Ceará são outras ações orientadas.

A Secretaria da Saúde ressalta a importância de dar visibilidade ao tema em todos os 184 municípios cearenses, mobilizar a Estratégia Saúde da Família (ESF) com ações da Saúde e da Educação; realizar atividades com adolescentes e promover o uso dos preservativos masculino e feminino. Incentivo ao planejamento reprodutivo para as adolescentes; realização de busca ativa através do Agentes Comunitários de Saúde (ACS) das adolescentes grávidas para consulta e ao encaminhamento das adolescentes grávidas no Programa Nascer no Ceará são outras ações orientadas.

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Ceará

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.