Rogério Ceni analisa início de temporada e avalia o elenco atual como "mais veloz" que o de 2018

Antes da estreia oficial na temporada, contra o Náutico, amanhã, o Fortaleza realizou jogo-treino no CT Ribamar Bezerra. A atividade, no último sábado, 12, foi fechada à imprensa, mas o Tricolor venceu o Juazeiro-CE por 7 a 0. Júnior Santos (2x), Madson (2x), Ederson, Pedro Júnior e Bruno Mota foram os autores dos gols. Após o trabalho, o técnico Rogério Ceni concedeu entrevista, a sua primeira em 2019, e abordou diversos assuntos. Dentre eles, o ex-goleiro analisou a contratação do volante uruguaio Santiago Romero.

"Vejo como um bom jogador, segundo volante de chegada. Como todo uruguaio, de muita dedicação física, sempre com vontade de vencer. É o que a gente precisa. A montagem desse time está sendo feita pensando mais na Série A do Campeonato Brasileiro que em outra competição", disse Ceni, falando ainda sobre o elenco.

"A montagem tá sendo tão difícil quanto ano passado, ou até mais. Os reforços pra Série A são mais difíceis. Tivemos a saída de alguns jogadores e o mercado está um pouco caro. Mas dentro do que a gente tinha de contratações, em alguns setores, temos uma expectativa boa na frente (ataque). Todos os que estão aqui são jogadores que foram aprovados pelo pessoal da análise de desempenho. É uma aprovação sempre em conjunto. São jogadores de bom nível", garantiu.

O comandante do Leão falou ainda sobre o critério que adotará para a escolha do time que irá a campo contra o Náutico.

"Os jogadores que aqui ficaram têm uma ideia de jogo fixa do ano passado, então seria mais fácil, em tese, jogar com eles, mas vamos dar oportunidade pra parte física nesse momento. Vamos escolher os jogadores com melhores condições físicas. Vamos ver a condição de cada um, e através disso é que vamos escalar o time pro jogo contra o Náutico. Pra essa partida vamos avaliar mais a condição física que a parte técnica".

Apesar de ainda esperar contratações, Rogério Ceni elogiou o atual elenco.

"Esse é um time talvez mais rápido e veloz que ano passado. Não temos a referência de área, hoje é um outro tipo de jogo, e estamos nos ajustando para montar um time com base na principal competição, que é o Campeonato Brasileiro". 

O Povo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.